Ligue grátis:
800 787888
Autohuur Portugal Car rental Portugal Mietwagen Portugal Autohuur Portugal Biluthyrning Portugal Location de voitures Portugal Alquiler de coches Portugal Autonoleggio Portogallo Billeje Portugal Bilutleie Portugal Autovuokraamo Portugali Aluguer de carros Portugal Wypożyczalnia samochodów Portugalia Autovermietung Portugal Mietauto Portugal
Aluguer de Carros Portugal

Aluguer de Carros Portugal

Início

EasyTerra Aluguer de Carros é uma empresa independente.O nosso sistema compara as tarifas de empresas de aluguer de automóveis bem conhecidas em , assegurando assim que consegue reservar um automóvel de aluguer económico.

Onde deseja alugar automóvel?

Entrega noutro lugar?

Onde deseja entregar o seu carro alugado?

Data de recolha
às
Data de entrega
às
 
Pesquisar

Cidades populares em Portugal

As tarifas abaixo mostradas são por dia, baseadas num período de aluguer de pelo menos 7 dias. Podem ser aplicados taxas e custos adicionais por extras. Para mais informações sobre estas tarifas diárias, por favor clique aqui.

Grandes Marcas. Enorme Escolha. Grande Poupança!

Informação de lugar para Portugal

Aluguer de automóveis Portugal
Aluguer de automóveis Portugal

Introdução

Portugal é um popular destino de férias. Este país da Europa ocidental oferece lindas praias, bom alojamento e magnífica natureza. Cidades como Lisboa e Porto merecem definitivamente uma visita além de poder saborear a deliciosas cozinha mediterrânica. O clima ensolarado completa a sua viagem a este país.

Historia

Os primeiros habitantes do que é hoje Portugal foram os Celtas e os Lusitanos. A partir de  200 AC, o país foi habitado pelos Romanos durante  cerca de 600 anos. Após um curto domínio germânico, os mouros islâmicos tomaram o controle. A ocupação moura durou séculos.

O reino de Portugal surgiu no século XII. Portugal separou-se da Galícia e o país foi declarado independente pelo cavaleiro de Bordéus Henrique. Quando este cavaleiro morreu, sucedeu-lhe o filho Afonso Henriques. Este tornou-se oficialmente o primeiro rei de Portugal. Em 1385, João I tornou-se rei do país. Conseguiu evitar que Portugal fosse conquistado pelos países vizinhos. Henrique o Navegador, filho de João I, fez muitas viagens de descobrimento que foram muito importantes para a construção do império de Portugal.

Nos séculos XV e XVI, Portugal tornou-se uma grande potência colonial. Nos princípios do século XVI, Portugal ocupou áreas em África, América e Médio Oriente. No entanto, Filipe II de Espanha tomou o poder de Portugal em1580. A ocupação espanhola durou até 1640. O duque de Bragança organizou um golpe e ocupou o trono como João IV. Em 1775, a capital Lisboa foi assolada por um terramoto que destruiu a cidade e outras partes do país.

Em 1807, Portugal foi invadido por Napoleão e seu exército. Com a ajuda da Grã Bretanha, Portugal conseguiu expulsar as últimas tropas francesas em 1812. Entre 1808 e 1821, a cidade brasileira Rio de Janeiro Brasil foi a capital de Portugal. Em 1822, o Brasil declarou a sua independência. Isto concedeu a Lisboa a sua anterior posição como capital de Portugal.

Um século mais tarde (1910) a monarquia chegou ao fim. Portugal tornou-se uma república e Teófilo Braga o primeiro presidente. Este período caracterizou-se pela instabilidade política. Vários governos se sucederam e não menos de nove presidentes se demitiram. Um pouco depois, se iniciava a Primeira Guerra Mundial. O economicamente instável Portugal juntou-se aos Aliados. Uma revolução da direita nacionalista em 1926, provocou a queda do governo republicano.

Antonio de Oliveira Salazar foi primeiro-ministro de Portugal até 1968. A sua política foi uma mistura de corporativismo católico e fascismo. Durante a guerra civil espanhola, apoiou Franco (1936-1939). Durante a Segunda Guerra Mundial, Portugal manteve-se neutro. Mais tarde, Portugal foi co-fundador da OTAN (Organização do Tratado Atlântico Norte). A era de Salazar foi caracterizada pelas guerras coloniais. O seu regime ficou  internacionalmente isolado.

Durante a "Revolução dos Cravos" em 1974, termina o regime de direita salazarista. Portugal tornou-se uma democracia política. Sucedem-se governos de esquerda e direita. Em 1986, Portugal torna-se membro da União Europeia (UE). Em 1990, o país devolveu a sua colónia Macau aos chineses. Desde aí que Portugal deixou de ser uma potência colonial.

Sociedade e cultura

Portugal tem  mais de 10 milhões de habitantes. O país é escassamente povoado e tem um crescimento populacional negativo. Muitos portugueses emigraram nos anos 60. Nos anos 70, voltou a ser um lugar atraente e muita gente voltou. Actualmente, muitos portugueses (cerca de 3 milhões) mantêm-se por razões económicas em países como França, Alemanha, EUA, Canadá e Venezuela. Cinco por cento da população portuguesa é formada por imigrantes. A maioria são da Ucrânia, Brasil, Cabo Verde e Angola. Muitos vivem ilegalmente no país. Uma larga porção concentra-se nas maiorescidades: Lisboa, Porto, Braga, Aveiro e Coimbra.

Cerca de 97% dos portugueses apoiam a igreja católica-romana. Há também adicionalmente protestantes, muçulmanos, hindus e judeus. O português é a língua oficial. É falada em todo o país (excepto nalgumas pequenas aldeias). É uma língua românica que se parece à língua espanhola. Em todo o mundo, mais de 160 milhões de pessoas falam português.

A arquitectura é característica da cultura portuguesa. Tem sido influenciada pelas muitas culturas em contacto com o país (especialmente as culturas árabe e romana). Esta influência é também visível nas festas, música e literatura portuguesas. Portugal é famoso pelo Fado. Esta é a música portuguesa, forma de cantar reconhecível que desempenha um papel importante na vida dos portugueses. O futebol é o desporto mais popular em Portugal. Mas praticam-se  muitos outros desportos. Os portugueses adoram as suas festas e têm-nas em abundância. O povo é amistoso e conhecido como muito trabalhador.

Situação política

Portugal tem uma democracia parlamentar. Os quatro pilares da política portuguesa são o presidente, o parlamento, o governo e o (supremo) tribunal. A constituição garante a separação de poderes. O governo responde ao presidente e parlamento. O presidente é eleito por períodos de cinco anos através de sufrágio universal. O parlamento é constituído por uma câmara com 250 membros.

O governo é formado pelo PS, um partido socialista. Aníbal Cavaco Silva é presidente desde 2006. Ele é membro do PSD, um partido conservador. Tanto o PS como o PSD são a favor da unificação europeia. Desde 2005, José Sócrates é o primeiro-ministro. Este é nomeado pelo presidente.

De forma geral, os portugueses têm uma atitude positiva em relação à Europa. Apesar do aborto ser presentemente ilegal, o tema será discutido brevemente. Os direitos dos homosexuais estão em crescendo. Desde 1976 que as mulheres têm direito a voto.

Economia

Portugal tem uma economia de mercado. A adesão à União Europeia em 1986 beneficiou a economia portuguesa. O desemprego caiu e o país tem o crescimento económico mais rápido da União Europeia. No entanto, Portugal tem uma balança comercial negativa e a inflação é alta. É objectivo do actual governo seguir com a liberalização e privatização do mercado e reduzir a burocracia. Isto deveria melhorar a posição competitiva de Portugal.

O sector de serviços é muito importante para a economia portuguesa. Uma parte é o turismo. Anualmente, 10 a 20 milhões de turistas visitam o país. Uma desvantagem disto é que a economia pode vir a depender do turismo. O sector industrial também emprega uma grande parte da população profissional. A maioria das empresas são pequenas e a indústria não se desenvolveu tanto com em muitos outros países europeus. Indústrias importantes são  têxteis, naval, conservas de peixe, vinho e indústria petroquímica. Importantes parceiros comerciais de Portugal são, entre outros, os EUA, Espanha e Alemanha. O país exporta vinho, têxteis, roupa,conserva de peixe e cortiça (Portugal controla 50% do mercado mundial de cortiça). Importantes produtos importados são o petróleo, máquinas, ferro e aço.

A agricultura também tem o seu lugar  na economia. Graças ao apoio financeiro da UE, Portugal tem possibilidade de modernizar o seu sector agrícola e aumentar a produção. A agricultura e a vinicultura geram produtos como azeite, vinho, trigo e milho. É particularmente exportado o vinho do Porto. A pesca é um elemento igualmente importante na produção alimentar do país. A indústria mineira  produz pouca matéria-prima.

Geografia e clima

Portugal está situado no extremo ocidental da Europa. Com Espanha  forma a Península Ibérica. A norte e oriente faz fronteira com Espanha, a ocidente é banhada pelo Oceano Atlântico e a sul pelo Mediterrâneo. Portugal cobre uma superfície de aproximadamente 92.000 quilómetros quadrados. A sua costa tem mais de 950 quilómetros de comprimento (incluindo as ilhas). Características das costas são as lindas praias, formações de dunas e rochas. Especialmente o Algarve (a faixa da costa meridional) é conhecido por isto. 

Os Açores e Madeira fazem parte de Portugal. Estas ilhas estão situadas no oceano Atlântico. Algumas têm vulcões inactivos. Portugal está dividido a meio pelo rio Tejo. A paisagem a norte é montanhosa. O sul consiste predominantemente em paisagens de relevo (excepto as áreas costeiras). O cume mais alto do país está na ilha do Pico. O cume da montanha "Ponta do Pico" não tem menos de 2.351 metros de altura. A seguir ao Tejo, o Douro é também um rio grande. Outros rios são o Guadiana, Minho, Mondego e Sado. A capital é Lisboa, com quase três milhões de habitantes. Outras importantes cidades são Porto, Braga, Coimbra e Funchal.

A maior parte de Portugal tem um clima mediterrânico. O verão é quente e seco e o inverno fresco e chuvoso. O Algarve tem mais de 3.000 horas de sol durante o ano. No sul de Portugal, o clima é mais quente e seco do que no norte. A temperatura média no continente é de 15° C a norte e 18° C a sul. Isto faz de Portugal um dos países mais quentes da Europa. Agosto é o mês mais quente e no interior as temperaturas podem atingir os 40° C.

A crescente seca é um problema climático que o país enfrenta. A seca frequentemente causa incêndios florestais durante o verão.

Trânsito e infra-estrutura

O número de carros e a industrialização tem aumentado tremendamente nos últimos anos. Na área de transporte  foram feitos muitos melhoramentos desde 1990. A rede viária mede quase 70.000 quilómetros e está em bom estado. Em especial as estradas entre as grandes cidades estão bem mantidas. Conduz-se pela direita e os limites de velocidade estão indicados em quilómetros. O transporte público está maioritariamente nas mãos da companhia estatal Rodoviária Nacional (RN) e há tambémserviços oferecidos por empresas privadas. Nas maiores cidades o transporte público é vasto.

A rede ferroviária mede cerca de 2.850 quilómetros e viajar de combóio não é muito caro. A empresa ferroviária nacional (CP) disponibiliza três tipos de serviços. Há combóios que param praticamente em todo lado (Regional) e outros que páram apenas nas grandes cidades(Intercidade). Entre Lisboa e Porto há um combóio expresso (Rápido). Lisboa e Porto também possuem uma boa rede de metro. A construção de um combóio TGV entre Porto, Lisboa e Madrid (Espanha) está planeada para 2008.

Os aeroportos mais importantes estão em Lisboa (Aeroporto de Lisboa Portela), Faro (Aeroporto de Faro) e Porto (Aeroporto do Porto). Os dois últimos aeroportos foram recentemente melhorados. Os aeroportos mais importantes nas ilhas portuguesas são os da Madeira (Aeroporto da Madeira), Porto Santo (Aeroporto de Porto Santo) e Ponta Delgada (Aeroporto de Ponta Delgada).

Os portos marítimos são de alta importância para Portugal. Muitas mercadorias são transportadas por mar. Os dois principais portos são Lisboa e Porto. De Lisboa parte um ferry  cada 15 minutos  para o subúrbio Cacilhas, na outra margem do Tejo.

Zona horária

Portugal está no Tempo Médio de Greenwich (GMT). Tem, por isso, uma hora menos do que a Europa central. Na primavera os relógios adiantam uma hora.

Comida e bebida

A cozinha portuguesa é muito variada, com muitos pratos mediterrânicos preparados com peixe fresco. Come-se frequentemente santola, lagosta, camarão e também espécies mais baratas como a sardinha. Os pratos são preparados de várias formas, dependendo da região. Um bem conhecido é o bacalhau: seco e salgado. Muitos portugueses iniciam as refeições com sopa. A cozinha portuguesa também inclui muitos pratos de carne: vaca, porco, cabrito e frango. No norte do país, a carne é por vezes estufada em recipiente de barro. Muitos pratos são preparados com azeite. Nos restaurantes é hábito deixar gorjeta equivalente a 10%. Esta está oficialmente incluída na conta.

Portugal produz deliciosos vinhos. Éuma bebida popular. O vinho do Porto em particular é um produto de exportação e os portugueses sentem orgulho nisso. Este vinho é feito a partir de uvas cultivadas em encostas. Os vinhos são muito bons e variam do aceitável ao refinado. Em princípio pode-se beber água da torneira. Por vezes tem sabor a cloro e neste caso recomenda-se a água mineral. Especialmente fora das cidades, é preferível beber água engarrafada.

Alojamento

Portugal está orientado para os milhões de turistas que anualmente visitam o país. Há disponíveis vários tipos de alojamento: casas de férias, pensões, hotéis, pousadas e parques de campismo. Entre os vinhedos existem parques de campismo únicos mas também há grandes e luxuosos parques de campismo. O alojamento em Portugal é conhecido pela sua boa qualidade. O Algarve é um destino de férias popular. Aqui muitos turistas desfrutam as belíssimas praias, o sol e a areia.

Fontes externas

Para mais informações sobre Portugal, recomendamos Google e as seguintes fontes: