Ligue grátis:
☎ +49 89 244473 702 (International)
Autohuur Mexico Car rental Mexico Mietwagen Mexiko Autohuur Mexico Biluthyrning Mexiko Location de voitures Mexique Alquiler de coches México Autonoleggio Messico Billeje Mexico Bilutleie Mexico Autovuokraamo Meksiko Aluguer de carros México Wypożyczalnia samochodów Meksyk Autovermietung Mexiko Mietauto Mexiko
Aluguer de Carros México

Aluguer de Carros México

Início

EasyTerra Aluguer de Carros México é uma empresa independente. O nosso sistema compara as tarifas de empresas de aluguer de automóveis bem conhecidas em México, assegurando assim que consegue reservar um automóvel de aluguer económico.

Onde deseja alugar automóvel?

Entrega noutro lugar?

Onde deseja entregar o seu carro alugado?

Data de recolha
às
Data de entrega
às
Pesquisar
Grandes Marcas. Enorme Escolha. Grande Poupança!

Informação de lugar para México

Aluguer de automóveis México
Aluguer de automóveis México

Introdução

O México é o país dos Maias e Astecas, palmeiras, sol e praia. Para quem gosta de tempo quente, cultura e férias repousantes, o México é um verdadeiro paraíso. A capital do país é a Cidade do México,uma das maiores cidades do mundo. Na Cidade do México pode-se visitar o Museu Nacional de Antropologia onde residem vestígios das culturas pré-colombianas. Os templos e ruinas destas antigas civilizações são hoje em dia calcorreados por turistas. As igrejas e catedrais ricamente decoradas deixadas pelos colonizadores espanhóis, fazem agora parte da herança cultural do México.

Tipicamente mexicanos são os deliciosos tacos e a bem conhecida tequila. No entanto, a diversidade mexicana não é somente cultural ou histórica. Também a natureza tem lugares espectaculares. Dias passados no mar e nas praias podem ser seguidos por uma viagem ao Copper Canyon, o maior sistema de desfiladeiros do mundo. O México é um país com imensa variedade. Desenvolve-se rapidamente e tem para admirar imensas relíquias do passado. 

História

Pegadas humanas recentemente descobertas são indícios de que o solo mexicano já era pisado há quarenta mil anos atrás. Estes povos atravessaram o Vale do México. Esta área no centro do México está rodeada por montanhas e vulcões e foi o lugar onde povos pré-colombinos se estabeleceram. Teotihuacanos, Toltec e os mais famosos Astecas, todos viveram aqui. A zona é ainda o lugar onde muitas das grandes cidades estão localizadas. 

Durante milhares de anos os povos sobreviveram caçando e juntando comida. Há cerca de nove mil anos, os habitantes do actual México originaram uma revolução agrícola. Começaram a cultivar milho. Isto conduziu a enormes mudanças e a uma sociedade mais complexa. Foi inventada a escrita e as pessoas começaram a ocupar-se com a astronomia e a matemática. Formaram-se exércitos. Em 1800 AC, cinco grandes civilizações surgiram: os Olmec, os já mencionados Teotihuacanos e Toltec e Maias. Cidades inteiras foram construidas com base na astronomia. Eram prósperos centros de comércio, tecnologia e saber.

O povo Olmec é conhecido como a "cultura mãe" das civilizações pré-colombinas. Viveram de 1500 a 100 AC nos vales das actuais cidades Tabasco e Veracruz. O povo tinha uma estrutura hierárquica de poder e viviam do comércio.

Quando o Império Olmec entrou em declínio, os Teotihuacanos preencheram essa posição. Fundaram a primeira metrópole e estabeleceram um novo sistema político e económico. A sua influência estendeu-se do México à América Central. Cerca de 500 DC, a sua capital Theotihuacan tinha-se tornado uma das maiores cidades do mundo. O seu poder político declinou cerca de 650 DC. A sua influência cultural, no entanto, manteve a sua importância até ao final do primeiro milénio. 

Em simultâneo, os Maias foram fortalecendo-se. Entre 250 e 650 DC, a sua civilização prosperou embora o império se mantivesse dividido. Ao mesmo tempo tiveram uma enorme influência intelectual no México. Mais do que qualquer outra civilização, fizeram progressos nos campos da astronomia e matemáticas. A sua escrita era também consideravelmente avançada. 

Do vazio de poder que se estabeleceu após a queda do império Teotihuacan ressurgiram os Toltec. Por volta de 700 DC estabeleceram a sua hegemonia. Prosperaram graças ao comércio de turquesas, uma pedra semi-preciosas de cor verde azulada

Foram sucedidos pelos Astecas, que surgiram com o nome de Mexica. Comparados com as primeiras civilizações, podiam ser considerados bárbaros. Contudo, a sua habilidade militar compensava esta deficiência. No auge do seu poder, os Mexica governaram mais de 10 mil pessoas. O seu império estendeu-se de costa a costa até à América Central. A actual Cidade do México está localizada no lugar da capital asteca: Tecnochtitlan.

Em 1519, os espanhóis invadiram o México. Em dois anos apenas terminaram com as grandes civilizações que tinham governado o país por mais de quatro mil anos. Durante três séculos, os espanhóis colonizaram o império asteca.

Em 1810, o padre Miguel Hidalgo y Costilla declarou aindependência do México. Isto foi o princípio de uma nova era na qual o México assistiria à ascensão e queda de ditadores e golpes até bem entrados no  século vinte.

para começar, a declaração de independência levou a uma guerra que durou até 1821. O resultado foi um estado independente: o Primeiro Império Mexicano, que existiu de 1822 a 1823. O primeiro e único imperador foi Agustin de Iturbide. Em 1824, foi elaborada a constituição republicana e nomeado o primeiro presidente.

Em 1846, estalou a Guerra Mexicana-Americana. A causa imediata foi a anexação do Texas pelos Estados Unidos. Em 1848 foi assinada a paz de Guadalupe Hidalgo. O governo mexicano, que tinha características ditatoriais, tornou-se liberal. Em 1957, isto causou uma nova guerra, desta vez entre os liberais e os conservadores. Os liberais saíram vencedores desta Revolução Liberal. 

 Em 1863, os franceses invadiram o México. Em 1864, o austríaco Maximiliano de Habsburgo foi nomeado imperador do México. Os mexicanos não aceitaram esta situação. Em 1867 a ocupação chegou ao seu fim mas a paz não ficaria restaurada. O General Porfirio Diaz tomou o poder em 1876 e governou o país como um ditador. Modernizou o México e dedicou-se ao desenvolvimento económico. Ao mesmo tempo, reprimia o povo. Apesar do crescimento económico, uma grande parte da população vivia abaixo da linha de pobreza. 

Em 1911, desencadeou-se a Revolução Mexicana para destronar Diaz. O liberal Francisco I. Madero administrou o país de forma moderada e democrática. Conservadores e liberais não ficaram satisfeitos. Em 1913, morreu durante uma revolta e, de novo, a ditadura foi estabelecida no México.

Após 1920 foram levadas a cabo reformas. O México foi modernizado e muito investimento foi feito na educação. Em 1968 os estudantes em Tlatelolco chamaram a atenção para o carácter autoritário do governo. Isto terminou num massacre onde 250 manifestantes foram assassinados. Finalmente em 1997, reformas democráticas foram levadas a cabo em todo o México. 

Sociedade e cultura

O México tem quase 109 milhões de habitantes. Os mexicanos são muito diversificados. Muitas culturas vivem lado a lado. A maioria das pessoas pertencem aos Mestizos. Dois terços da população descendem de pai espanhol e mãe índia, ou inversamente. Cerca de 12% é índia. De dez a dezassete por cento dos mexicanos são brancos e descendentes principalmente de antepassados espanhóis. Menos de um por cento é de outra descendência.

Há 62 povos indígenas no México. Estes têm as suas próprias línguas e culturas. Alguns povos nativos são, por exemplo, os Nahua, os Maia e os Zapotec.

A cultura mexicana é uma mistura de culturas índias com cultura espanhola. A isto se adicionam influências dos Estados Unidos e África.

A maioria dos mexicanos vive na cidade. Apenas um quarto da população vive no campo. Cerca de trinta por cento dos mexicanos vivem numa das cinco maiores cidades, Guadalajara, Monterrey, Puebla e Toluca.

O México não tem uma religião oficial. No entanto, quase noventa por cento dos habitantes são católicos romanos. Outros seis por cento são protestantes. Existem uns 45.000 judeus no país. Cerca de três milhões de mexicanos não têm religião.

A maioria fala espanhol. O México é o maior país de língua espanhola no mundo. Aproximadamente dez por cento fala uma das línguas índias.

Situação política

O México é uma república federal. O país é constituído por 31 estados e um distrito federal. O actual presidente é Felipe Calderón. Desde finais de 2006 que dirige o país. O presidente é eleito por um período de seis anos e tem um poder considerável. Escolhe ministros mas também tem autoridade para os demitir. Tem o direito de veto e de declarar guerra. Uma característica surpreendente da política mexicana  é o limite de mandato: os políticos só podem ser eleitos uma vez.

Os 31 estados são dirigidos por um governador, eleito por um período de seis anos.

O poder legislativo está nas mãos do Congresso da União, o parlamento mexicano. O México tem um sistema de duas câmaras, no qual o Congresso está dividido numa Câmara de Lordes, chamada senado, e uma Câmara de Comuns, chamada Câmara de Deputados. 

Existem vários partidos. O Partido de Acção Nacional (PAN), o Partido Revolucionário Institucional (PRI) e o Partido Revolução democrática são os três maiores partidos.

Economia

Desde os anos oitenta que o governo mexicano dirige o país para uma economia de mercado. Cada vez mais empresas são desnacionalizadas. Além disto, a exportação está a aumentar consideravelmente. O México é um dos maiores países exportadores de petróleo. O mais importante produto agrícola de exportação é o milho. 

O sector que cria mais riqueza e onde a maioria dos mexicanos encontra emprego é o de serviços. O México é o maior produtor mundial de prata. Menos optimista é, contudo, o facto de ser também um dos países mais importantes no tráfico de droga. 

A desigualdade salarial é também muito grande. Quarenta por cento dos mexicanos vive abaixo da linha de pobreza.

A moeda mexicana é o Peso.

Geografia e clima

O México cobre 1.972.550 quilómetros quadrados de terra. Além de que algumas ilhas no oceano Pacífico também fazem parte do país. O país faz fronteira com os Estados Unidos, Belize e Guatemala. As outras fronteiras são formadas por águas naturais, nomeadamente o Pacífico e o Golfo do México. Parte da fronteira com os Estados Unidos é formada também por uma barreira natural: o rio Bravo do Norte.

Duas cadeias montanhosas estendem-se de norte a sul do México.  A Sierra Madre Oriental e a Sierra Madre Occidental fazem ambas parte das Montanhas Rochosas. Além destas montanhas a Cintura Vulcânica Trans-Mexicana atravessa o centro do México.Esta cadeia de montanhas estende-se de oeste para este e é constituída principalmente por vulcões.O pico mais alto é o Pico de Orizaba com 5.700 metros de altura. A cadeia montanhosa tem o nome de Sierra Nevada. Há uma quarta montanha no México com o nome de Sierra Madre del Sur.

As cidades Toluca, Cidade do México e Puebla estão  as três situadas nos vales entre as cadeias montanhosas.

O México tem um dos climas mais variados do mundo. O Trópico de Câncer atravessa o país. Por consequência, há uma divisão no clima mexicano. O norte tem clima moderado e o sul é tropical. As flutuações de temperatura durante o ano são muito pequenas no clima tropical. Outra diferença vê-se na precipitação. A parte norte tem poucas chuvas durante o ano. No sul tropical há consideravelmente mais chuvas.

Trânsito e infra-estrutura

A rede viária no México é extensa. As estradas estão frequentemente esburacadas. Em muitas auto-estradas há portagem.

Existem extensas redes rodoviárias. Viajar de autocarro é a forma mais comum de cobrir grandes distâncias. A maioria dos autocarros de longa distância são confortáveis e rápidos. Ligam quase todas as grandes cidades. Nas zonas rurais os autocarros são lentos. Os viajantes que querem andar pela cidade podem apanhar mini autocarros. A cidade do México, Guadalajara e Monterrey também têm metro.

Durante os anos 90 a rede ferroviária foi privatizada. O serviço de combóios piorou desde então. Há poucas possibilidades de chegar ao destino de combóio. No entanto, entre Los Mochis e Chihuahua há uma ligação que se pode recomendar. Esta via atravessa o Copper Canyon, o maior do mundo, com vistas panorâmicas espectaculares. 

Existem cerca de trinta aeroportos com voos para os estados Unidos ou Canadá. Há apenas duas opções para viajar directo da Europa para o México. Ou através do Aeroporto Internacional de Cidade do México, ou do Aeroporto Internacional de Cancún, perto de Cancún. Os voos domésticos fazem normalmente atrravés da Cidade do México. Alguns destinos domésticos são Aeroporto de Guadalajara, Aeroporto de Toluca e Aeroporto de La Paz.

Os maiores portos do México são Tampico e Veracruz Llave no Golfo do Mexico. Os maiores portos da costa do Pacífico são Acapulco de Juárez e Mazatlán.

Comida e bebida

Milho, tomates, pimentas e pimentos são os ingredientes básicos dos pratos mexicanos. A culinária mexicana é muito condimentada e também muito apreciada no ocidente.

Comidas típicas mexicanas são o tamale, a bem conhecida tortilla e o taco. O guacamole é um molho conhecido. Nele são usados abacates, tomates, cebolas, alho, sumo de limão, pimentas e outras especiarias. O guacamole é habitualmente comido com fritas de milho.O tamale é um prato típico de massa de farinha de milho recheada com carne, queijo  ou pimentos. Os mexicanos comem isto frequentemente ao pequeno-almoço. A  conhecida  tortilha é uma espécie de panqueca feita de farinha de milho. A chegada dos espanhóis influenciou ligeiramente a cozinha mexicana. As tortilhas são agora feitas de trigo. Um taco é uma tortilha dobrada recheada com carne, vegetais, queijo ou uma mistura destes diferentes ingredientes. Os tacos são geralmente comidos à mão.

O chocolate é originário da América Central e do México. Documentos provam que o cacau já era cultivado aqui cerca de 1100 AC. Os povos maia e asteca bebiam xocolati, que significa "água amarga".

Bebidas alcoólicas típicas são o mezcal, a tequila e a aguardente. O mezcal é feito de agave (pau-pita). Diferentes tipos de agave produzem diferentes mezcales. A tequila é a mais famosa. A aguardente é feita de cana de açúcar e tem de quarenta a quarenta e cinco por cento de álcool.

Zona horária

A hora no México vai de GMT/UTC- 6 até -8.

Alojamento

Encontram-se hotéis emt odas as categorias de preço e luxo. Os mais confortáveis e luxuosos encontram-se nos centros balneários populares e na Cidade do México. Geralmente há hotéis em todo o México.

Nas zonas antigas da cidade existem também pensões onde se podem reservar camas ou quartos.

Frequentemente o alojamento é oferecido por particulares: são as chamadas casas de huéspedes.

Quem deseja passar uma noite romântica à luz das estrelas na praia, pode encontrar um lugar numa cabana ou cama de rede ao longo da costa mexicana.

Fontes externas

Paramais informações sobre o México, recomendamos Google e as seguintes fontes: