Ligue grátis:
☎ +49 89 244473 702 (International)
Autohuur België Car rental Belgium Mietwagen Belgien Autohuur België Biluthyrning Belgien Location de voitures Belgique Alquiler de coches Bélgica Autonoleggio Belgio Billeje Belgien Bilutleie Belgia Autovuokraamo Belgia Aluguer de carros Bélgica Wypożyczalnia samochodów Belgia Autovermietung Belgien Mietauto Belgien
Aluguer de Carros Bélgica

Aluguer de Carros Bélgica

Início

EasyTerra Aluguer de Carros Bélgica é uma empresa independente. O nosso sistema compara as tarifas de empresas de aluguer de automóveis bem conhecidas em Bélgica, assegurando assim que consegue reservar um automóvel de aluguer económico.

Onde deseja alugar automóvel?

Entrega noutro lugar?

Onde deseja entregar o seu carro alugado?

Data de recolha
às
Data de entrega
às
 
Pesquisar
Grandes Marcas. Enorme Escolha. Grande Poupança!

Bélgica: Cidades

EasyTerra Aluguer de Carros Bélgica compara as tarifas de aluguer de carros nas seguintes cidades:

Informação de lugar para Bélgica

Aluguer de automóveis Bélgica
Aluguer de automóveis Bélgica

Introdução 

A Bélgica é um país da Europa Ocidental que faz fronteira com a França, a Holanda, a Alemanha e Luxemburgo. O país está localizado no coração da Europa. A Bélgica é formada por duas diferentes regiões; Valónia, de língua francesa, e Flandres, de língua holandesa. Depois da segunda guerra mundial, o país se tornou uma nação próspera, onde se situa o "capitólio" da União Europeia: Bruxelas.  

História

A Bélgica nem sempre foi um estado independente. Na idade média, o Império Romano se dividiu em vários estados. A Bélgica actual era parte da França e do Império Alemão. Ao final do século XVIII, a região da actual Valónia caiu em mãos da França de Napoleão. Em 1815, Napoleão foi derrotado na Batalha de Waterloo. As quatro maiores potências do momento, Inglaterra, Áustria, Prússia e Rússia, decidiram unir novamente a região conhecida hoje em dia como Benelux, para formar uma protecção contra possíveis invasões francesas. Esse estado, o Reino dos Países Baixos, foi liderado pelo rei protestante Guilherme I de Orange.

Depois da guerra de independência em 1830, a Bélgica foi proclamada monarquia constitucional independente. Luxemburgo continuou sendo parte dos Países Baixos até 1890.

Durante as duas guerras mundiais, a Bélgica foi ocupada pela Alemanha. Depois da segunda guerra mundial, a Bélgica se desenvolveu rapidamente. Formou-se a Benelux e a Bélgica foi um dos fundadores da actual União Europeia. Esse período é mais conhecido pelas tensões entre os flamengos (do norte) e os valões (do sul). Foi criada uma barreira linguística entre essas duas áreas: os flamengos falavam holandês e os valões, francês.

Sociedade e cultura

A Bélgica é um dos países mais populosos da Europa, com 10,4 milhões de habitantes. Em Flandres há nada menos do que 6 milhões de habitantes. Eles estão localizados nas cidades de Bruxelas, Antuérpia e Louvain. A Valónia tem, sozinha, 3,4 milhões de habitantes, e a maior parte deles vive nas cidades e nos arredores de Mons, Charleroi e Liège. Bruxelas tem 1 milhão de habitantes.

A maioria dos belgas constitui-se de flamengos e valões. Juntos, eles somam 85% da população. Outros grupos étnicos da Europa (italianos, franceses e alemães) representam 11% da população. Uma pequena percentagem (cerca de 3%) é do Oriente Médio, originalmente de países como o Marrocos, a Algéria e a Turquia.

Aproximadamente 60% da população fala holandês. Cerca de 40% fala francês, e alguns belgas falam alemão (menos de 1%). Em Bruxelas, a maioria fala francês, embora a cidade seja bilingue.

A população da Bélgica é predominantemente católica. Também existem muçulmanos (aproximadamente 300.000), ortodoxos (cerca de 80.000) e protestantes (60.000). Cerca de 20% de todos os belgas não são religiosos.

A Bélgica é conhecida pelas Belas Artes e por seus lindos castelos e monumentos. Os festivais têm um papel importante na vida cultural do país, que também oferece várias oportunidades na área do desporto. Os belgas amam um bom jogo de futebol ou um passeio em bicicletas. A Bélgica também é a terra natal de muitos personagens de desenhos animados como Tintin.

Situação política

A Bélgica é uma monarquia constitucional com uma democracia parlamentar. O rei da Bélgica é Alberto II. Embora em princípio o rei seja o líder do país, actualmente esse posto hereditário é amplamente cerimonial. O parlamento é composto  pela Câmara dos Representantes e pelo Senado. O governo federal precisa da confiança da Casa dos Representantes e é formalmente nomeado pelo rei. O governo é liderado pelo primeiro ministro. O primeiro ministro da Bélgica é Guy Verhofstadt. Os membros do parlamento são eleitos a cada quatro anos. Como o voto é obrigatório, a percentagem de votos necessária para a ballotage tende a ser comparada à de muitos outros países.

A situação política da Bélgica é extremamente complexa. O poder político está dividido entre as diversas comunidades linguísticas. Isso significa que a Bélgica tem sete parlamentos e seis governos. Cada comunidade linguística tem seus próprios partidos políticos e governo. As regiões de Flandres, Valónia e Bruxelas têm um auto grau de autonomia. Também existem partidos unitários na Bélgica: partidos que não pertencem a nenhuma comunidade linguística, mas que pensam o país como uma unidade.

Economia

A Bélgica está localizada em uma posição central na Europa. Isso é muito vantajoso para a economia do país. Isso significa que a indústria, o comércio, os serviços e os transportes são muito importantes. A Bélgica tem uma economia aberta e uma excelente rede de transporte e infra-estrutura. Há muitos portos, canais, ferrovias e auto-estradas. Essa rede ampliada de transportes é necessária para a correta cooperação com outros países.

A economia da Bélgica se baseia no comércio exterior. Comida, roupas, acessórios, tecidos e ferro são os produtos mais exportados. Os principais produtos de exportação são: ferro e aço, equipamento de transporte, diamantes aperfeiçoados, tecidos e produtos de petróleo. Os países com maior comercialização com a Bélgica são Alemanha, Holanda, França, Grã-Bretanha, Itália, Estados Unidos e Espanha.

Bruxelas não é somente a capital da Bélgica, mas também é a  "capital da Europa". O centro administrativo da União Europeia situa-se nessa cidade. Isso gera empregos no sector de serviços. Além disso, a Bélgica investe muito em pesquisa e desenvolvimento para assegurar que a sua favorável posição económica seja mantida.

Desde 1999, a moeda da Bélgica é o euro.

Geografia e clima 

A Bélgica cobre um área de mais de 30.000 quilómetros quadrados. Essa área contem três regiões geológicas: as planícies litorâneas no nordeste (Bélgica baixa), o planalto central (Bélgica central) e as Ardenas no sudeste (Bélgica alta). A costa mede em total 66,5 quilómetros. Toda a costa é banhada pelo Mar do Norte. As planícies litorâneas são, na maior parte, dunas e polders. O planalto central é uma área que eleva-se lentamente e contém vales. Além disso, essa área possui uma paisagem bastante dura, com cavernas. As Ardenas são a área menos povoada e com mais bosques. Essa área é altamente adequada para fazer caminhadas, ciclismo e outras actividades. O ponto mais alto da Bélgica tem 694 metros de altura. No cume, há uma construção de 6 metros que pode ser alcançada por escadas: o Signal de Botrange.

Os principais rios de Bélgica são o Mosa e o Escalda. Ao longo dos rios existem áreas recuperadas. Ultimamente, o país vem enfrentando inundações.

Na Bélgica baixa, na Bélgica central e nos polders, o clima é marítimo com precipitações em todas as estações.  Além disso, a Bélgica tem um clima moderado. O inverno é suave e durante o verão as temperaturas não são altas. A temperatura média em Janeiro é de 3 graus centígrados; em Junho, a temperatura média é de 18 graus centígrados. A precipitação média em Janeiro é de 65 milímetros e em Junho a média é de 78 milímetros.       

Trânsito e infraestrutura

Os trens são uma forma de transporte rápida e acessível na Bélgica. Além disso, eles atendem as áreas urbanas e rurais. A rede de ferrovias é extensa e de boa qualidade. Existem trens interurbanos (IC) e trens inter-regionais (IR). As distâncias na Bélgica são modestas. Isso significa que você pode viajar na mesma direcção por algumas horas, quando muito. Existem trens de alta velocidade que partem da Bélgica, como o TGV para Paris.

A rede de autocarros da Bélgica também é extensa. As maiores empresas são a TEC e a De Lijn. A TEC opera na Valónia do Sul e a De Lijn, em Flandres. Além disso, nas cidades costeiras e nas maiores cidades (Antuérpia, Gent e Bruxelas) você pode viajar em bonde. Bruxelas também possui uma rede de metro.

Como a Bélgica é um pais pequeno, não há muitos voos internos. Logicamente, uma excelente forma de visitar a Bélgica do exterior é voando. O principal aeroporto da Bélgica é o Aeroporto Internacional de Bruxelas: o Aeroporto Internacional de Zaventem. Outros aeroportos são: Aeroporto Internacional de Antuérpia (ANR), Aeroporto Internacional de Charleroi Sul (CRL), Aeroporto de Gent (GNE), Aeroporto de Knokke/Het Zoute (KNO), Aeroporto de Liège (LGG) e Aeroporto Internacional de Ostend- Bruges (OST).

Como em quase todos os países costeiros, a Bélgica tem transporte internacional em balsas. Desde Ostend você pode viajar em balsa até a Inglaterra. O transporte de carga por agua é particularmente comum. Os principais portos da Bélgica são os de Antuérpia e Gent. A localização central do país na Europa, a excelente infra-estrutura que conecta o porto à Europa e a acessibilidade do porto por água, fazem de Antuérpia um dos maiores portos do mundo.

Os belgas conduzem do lado direito da rua. Os cintos de segurança são obrigatórios. Ademais, certifique-se de não conduzir depois de beber mais de uma cerveja ou outra bebida alcoólica. As regras a respeito de beber e conduzir são estritas. Também tenha em conta o limite de velocidade; as estradas são monitoradas e as multas por excesso de velocidade são altas. As distâncias e o limite de velocidade são indicados em quilómetros.

Comida e bebida

A cozinha belga é uma combinação da cozinha holandesa e da cozinha francesa. A carne e o peixe são os ingredientes principais. A Bélgica é conhecida por suas diversas cervejas. Frequentemente, a cerveja é usada como ingrediente em um prato ou é utilizada para cozinhar carne. Existem mais de 400 tipos de cerveja belga. Uma cerveja belga famosa é Trappist Ale, que era feita por monges. Além disso, o país é conhecido por suas frituras. Outras especialidades belgas são os biscoitos e os bombons. O chocolate belga é famoso no mundo inteiro.

Os belgas gostam da boa comida e de reunir-se para tomar um bom copo de cerveja. Existem muitos restaurantes e bares em todos os lugares. Os restaurantes variam em luxo e preço. Nos lugares turísticos, é possível pedir uma comida quente durante o dia. As gorjetas são apreciadas: dez porcento é o padrão.

Hospedagem

Como turista na Bélgica, você pode escolher vários tipos de hospedagem. Há hotéis em todo o país, principalmente nas grandes cidades e ao redor delas. Não existem apenas hotéis luxuosos quatro estrelas: aqueles que preferem um hotel confortável, mas económico não ficarão desapontados. Além disso, é possível alugar casas de férias ou visitar acampamentos. Por último, pode-se passar a noite em um bonito castelo belga e experimentar a atmosfera desfrutando do cenário.

Fontes externas

Para obter mais informações sobre a Bélgica, recomendamos as seguintes fontes, além do Google: