Tailândia de aluguer de carros

Poupe tempo e dinheiro. Nós comparamos as ofertas das empresas de aluguer de carros em Tailândia por si.

Para usar este sítio Web, o seu computador precisa aceitar cookies.

Nós comparamos todos os fornecedores mais conhecidos

Aluguer de carros Tailândia

EasyTerra Aluguer de Carros Tailândia é um sítio Web independente de comparação de aluguer de carros. O nosso sistema compara tarifas de empresas bem conhecidas, assim o cliente pode reservar sempre o seu carro connosco a uma tarifa competitiva.

Informação do lugar por Tailândia

Introdução

A Tailândia é um dos destinos populares no Sudeste da Ásia. Banguecoque é a capital. A cidade tem mais de oito milhões de habitantes o que a torna também a maior cidade do país. Muita gente em circulação. Quem não se desmotiva com as  multidões, pode passar os dias em visitas ao palácio real, a vários templos e ao China Town.

Fora da cidade, a longa zona costeira dá imensas oportunidades para saborear o sol, o mar e a praia. As palmeiras ao longo das praias formam um cenário maravilhoso. Phuket é um dos lugares mais populares para férias de praia. A península tropical merece com toda a justiça o nome de "Pérola do Sul". Quem viaja para a Tailândia pode descansar na praia mas também podem andar pela grande cidade de Banguecoque, visitar muitos lugares e extasiar-se com a magnífica natureza de um clima tropical. Por exemplo, o templo Wat Doi Suthep está situado numa montanha perto de Chiang Mai, e na ilha Ko Chang há uma selva tropical que os amantes da natureza vão adorar.

Não surpreende que a economia tailandesa repose grandemente no sector turístico. Ao mesmo tempo, o rápido crescimento económico vem causando grandes mudanças. A globalização deixa marcas na sociedade tailandesa. As especiarias e os sabores típicos da cozinha tailandesa já entraram em muitos lares ocidentais.

História

A região, que é hoje parte da Tailândia, já era habitada há quinhentos mil anos atrás. A maioria dos lugares pré-históricos na Tailândia localizam-se em Ban Chiang. Os objectos aí encontrados datam de 1500 AC. Estes povos já cultivavam arroz, uma cultura que cresce em toda a parte da Tailândia, nos campos de arroz.

A história do país começa quando os Tai imigram da China para o Sudeste asiático, por volta do século X  AC. No período anterior a este acontecimento, os Mon, os Khmer e os Malai habitaram esta zona. Os respectivos reinos ameaçaram continuadamente o novo estado Tai, mas nunca deixaram morrer o poder Tai.

Os dois primeiros impérios foram os Sukhothai e Ayutthayan. O império Sukhothai existiu de 1238 a 1438. A antiga capital ficava doze quilómetros fora da actual Nova Sukhothai e ainda hoje espera os visitantes. Hoje em dia, as ruinas formam um parque histórico e  atração turística.

O reino Ayutthayan existiu durante o período entre 1351 e 1767. A capital Ayutthaya fez com que a delapidada Sukhothai ficasse nas sombras. O império sobreviveu durante um período de quatro séculos e formou o novo estado de Siam. Actualmente, a Tailândia tem aproximadamente as mesmas fronteiras que o velho Siam.

O então rei Ramathibodi quis criar unidade do seu império e levou a cabo várias medidas para cumprir a sua missão. Em 1350, instaurou como religião o Budismo Theravada e deixou que monjes vindos de Ceilão espalhassem a nova religião entre os seus súbditos. Além disso, criou novas leis baseadas nos textos legislativos hindús. Estas leis foram usadas até finais do século XIX. No final do século XIV, este império era o mais poderoso na Indochina. Apesar dos esforços para criar uniformidade, o reino Thai continuou dividido em províncias com os seus senhores e administradores. O rei fez um considerável esforço para manter o império unido.

Em 1767, Burma invadiu Ayuttaya. O governo foi levado a retirar-se para Thon Buri perto da actual Banguecoque. A velha capital foi saqueada e a maior parte não sobreviveu à invasão.

Um dos generais da época, o General Taksin, reuniu de novo o império Thai em 1699. Coroou-se rei, mas o seu reinado não durou muito. Ficou mentalmente alterado, foi capturado e morto em 1782.

Nesse mesmo ano,o General Chakri sucedeu ao executado Taksin e tornou-se o rei Rama I. E foi assim que começou a dinastia Chakri. Rama I fundou a nova capital  Banguecoque no rio Chao Phraya. O nome da cidade foi mudado para Krung Thep. Contudo, no ocidente persiste o antigo nome. O rei Rama I expulsou os ocupantes burmeses.

Os sucessores de Rama preocuparam-se basicamente com os colonizadores europeus, pois viram como os países vizinhos ficaram sob o domínio ocidental. Siam seria o único país que nunca foi ocupado por colonizadores europeus. Em 1939, tomou o nome de Tailândia, que significa "estado livre".

Em 1932, houve uma tentativa de golpe no império.  Por este motivo, a monarquia absoluta tornou-se em monarquia constitucional. A partir desse momento e até 2006, sucederam-se regimes militares no governo do país. O rei manteve o trono, mas sem qualquer função.

Em 1941, a Tailândia invadiu a Indochina francesa. Aqui se iniciou a Guerra Thai Francesa em que a Tailândia queria reconquistar a terra que em tempos lhe pertencera. O Japão interveio no conflito e fez com que a França desistisse das suas exigências na região.

.Quando a Segunda Guerra Mundial estalou, a Tailândia decidiu apoiar o Japão. Juntos lutaram contra as Forças Aliadas. Após a guerra, a Tailândia concordou em devolver a França as regiões conquistadas em troca da sua adesão às Nações Unidas.

Desde os anos sessenta até aos oitenta, estiveram activas na Tailândia guerrilhas comunistas. Os países vizinhos cairam, um por um, em mãos comunistas, mas a Tailândia resistiu a esta nova ideologia.

Após 1973, o poder dos regimes militares entrou em declínio. A última junta foi derrubada em 2006, e desde então  tem um governo democrático.

Sociedade e cultura

A população tailandesa consiste em mais de 65 milhões de pessoas. No país vive um número bastante grande de chineses. Muitos deles com o tempo integraram-se na sociedade. Outras importantes comunidades étnicas são os malásios, os mon e os khmer.Os malásios vivem no sul. Nas montanhas vivem também outras tribos.

A sociedade tailandesa tem uma hierarquia social particular. O respeito pelos velhos é muito importante. A adoração dos antepassados está bastante divulgada entre a população. Os habitantes da Tailândia são conhecidos pela sua hospitalidade e generosidade.

A cultura sofre rápidas mudanças devido à globalização. Contudo, alguns dos velhos tabús ainda persistem. Tocar na cabeça de alguém, apontar para algo com o pé ou pisar comida ou pessoas, são alguns exemplos destes tabús. Os pés são considerados muito pouco limpos e foi assim que estes tabús nasceram.

A língua tailandesa pode dividir-se em quatro grupos baseados na sua região de origem. O Tai Central, o  Tai Norte, o Tai Sul e o Tai Nordeste são as línguas faladas. A última destas também tem o nome de Isan. A língua Tai Central é actualmente falada por muitos conjuntamente com vários dialectos. O thai tem o seu próprio alfabeto. O inglês é a segunda língua e é ensinada em todas as escolas. Mas nem todos os tailandeses sabem inglês.

 Aproximadamente 95 porcento da população tailandesa é budista Theravada. Quase todos os restantes cinco porcento são muslim. Os muslims vivem frequentemente em comunidades à parte. A maior concentração muslim encontra-se a sul, entre os malásios. Um pouco mais de 0,5 porcento dos tailandeses são cristãos. Existem também pequenas comunidades de sikhs e um punhado de hindús. Desde o secúlo XVIII que um pequeno grupo de judeus vive no país.

Situação política

 A Tailândia tem uma monarquia  parlamentar constitucional. O chefe de estado é o rei Rama IX, um dos reis da dinastia Chakri. esta dinastia governa desde 1782. O rei Rama IX é muito respeitado pela população. Alguns tailandeses idolatram praticamente o rei.

O líder do governo é o primeiro ministro Samak Sundaravej. Desde Fevereiro de 2008 que lidera o governo formado por seis partidos. Samak Sundaravej é também o líder do maior partido da Tailândia, o Partido do Poder do Povo (PPP).

Desde 1932 que o país tem sufrágio universal. A Tailândia é membro das Nações Unidas.

Economia

A Tailândia é um "País Recentemente Industrializado". Os PRIs são as economias asiátias de crescimento mais rápido. O país tem uma economia de mercado. Os produtos de exportação mais importantes são o arroz, têxteis e joalharia. Mais de metade do país é usada para a cultura do arroz. Outros importantes produtos agrícolas são a cana de açúcar, algodão e soja. Quase metade da população encontra emprego na pesca e na agricultura.

O mais importante sector da economia é o sector privado. O turismo cresce rapidamente e cada vez mais pessoas ganham dinheiro directa ou indirectamente dos muitos visitantes.

Em 1993, o Mercado Comum da Ásia foi fundado pela Tailândia, Indonésia, Singapura, Malásia, Filipinas e Brunei.

A moeda tailandesa é o Baht.

Geografia e clima

A Tailândia tem 514 mil quilómetros quadrados e fronteiras com o Cambodja, Laos, Malásia e Myanmar. A área costeira é extensa. O Golfo da Tailândia, o Mar Andaman e o Oceano Pacífico rodeiam o país. Nos mares e perto da costa existem muitas ilhas pequenas.

No norte da Tailândia encontra-se uma longa cadeia montanhosa com muitas florestas. O pico mais alto é o Doi Inthanon, com 2590 metros de altura. Várias tribos vivem nas montanhas.

O planalto Khorat a nordeste, está 250 metros acima do mar. Este planalto tem também o nome de Planície que Chora, porque algumas partes são muito áridas.

Mais para sul fica a região com vários rios. Banguecoque está situada perto de um destes rios, o Chao Phraya, que desagua no Golfo da Tailândia.

O extremo sul do país fica na península Malakka. Esta pequena faixa de terra é composta de cadeias montanhosas cobertas de selvas tropicais.

Os turistas são atraidos pelas belas praias, o mar e pelas palmeiras. Centros balneários populares são Phuket, Pattaya e Hua Hin.

A Tailândia tem um clima de monções. Este é um clima tropical com períodos húmidos e secos. A estação húmida chama-se monção. De meados de Maio até Setembro, o tempo é chuvoso, quente e enevoado. De Novembro até meados de Março, o vento de nordeste traz ao país ar seco e fresco.

Trânsito e infra-estrutura

Os tailandeses conduzem pelo esquerda. O estado das estradas varia fortemente de região para região. Há quatro auto-estradas principais no país, que conduzem para  Norte, para Este, para  Nordeste e para Sul. Todas as estradas vão dar a Banguecoque. Algumas têm portagem.

O limite de velocidade em zonas urbanas é de 60km/h. Fora de zonas urbanas pode-se conduzir a 80km/h. Em auto-estradas o limite é de 100km/h.

Os autocarros são rápidos, eficazes e seguros.

Viajar de combóio é muito confortável, exceptuando o facto de que os combóios andam muito lentamente, dando aos viajantes uma excelente oportunidade para apreciar o campo. Os combóios têm primeira, segunda e terceira classe. As principais ferrovias vão  de norte para sul e de nordeste para este.

Quem deseja viajar nos rios, podem tomar o reua haang yao: o barco comprido. Navegam com velocidade e são divertidos para viajar.

Do Aeroporto Internacional de Banguecoque, 30 quilómetros a oriente da capital, pode-se viajar para destinos internacionais. Outros destinos domésticos são o Aeroporto de Chiang Mai, Aeroporto da Ilha Samui  perto da cidade de Ko Samui e Aeroporto de Phuket. Destas cidades também é possível apanhar voos domésticos.

Comida e bebida

A cozinha tailandesa é actualmente conhecida em todo o mundo ocidental. Os pratos combinam sabores doces, picantes, amargos e salgados. Ingredientes essenciais são o alho, o limão e condimento de peixe. O sabor típico deriva do uso de curries na comida. Estes são uma mistura de várias especiarias.Muitos pratos tailandeses são cozinhados no wok. Desta forma a comida é preparada em pouco tempo e os vegetais mantêm o sabor e a  frescura.

O arroz é a base de muitos pratos. As massas também podem substituir o arroz. Mehkong, a versão tailandesa de whiskey é também feita de arroz. Os tailandeses bebem Mehkong ao jantar.

Zona horária

A hora na Tailândia é GMT/UTC+ 7.

Alojamento

Nas zonas turísticas e nas grandes cidades encontram-se hotéis luxuosos. Os tailandeses chineses dirigem hotéis decentes que em geral não estão muito ambientados , mas no entanto são muito confortáveis.

Os viajantes podem ainda alojar-se em hospedarias e hostels. Estes podem ser muito confortáveis. As maiores cidades oferecem este tipo de alojamento.

Até mesmo os campistas podem encontrar lugares. Em Parques Nacionais alugam-se tendas. Não existem acampamentos  foram destes parques onde acampar é bastante raro.

Fontes externas

Para mais informações sobre a Tailândia, recomendamos Google e as seguintes fontes externas: