Noruega de aluguer de carros

Poupe tempo e dinheiro. Nós comparamos as ofertas das empresas de aluguer de carros em Noruega por si.

Insira cidade ou código do aeroporto
Nós comparamos todos os fornecedores mais conhecidos

Aluguer de carros Noruega

  1. Início
  2. Noruega

EasyTerra Aluguer de Carros Noruega é um sítio Web independente de comparação de aluguer de carros. O nosso sistema compara tarifas de empresas bem conhecidas, assim o cliente pode reservar sempre o seu carro connosco a uma tarifa competitiva.

Informação do lugar por Noruega

Introdução

A Noruega tem muitos glaciares e a sua costa ocidental está crivada de fiordes. Rios correm por estes fiordes com magníficas cascatas. A Noruega tem muitos lugares pitorescos com pequenas igrejas medievais. A terra é constituida por uma longa extensão de montanhas e florestas o que significa que pode realmente desfrutar a sua natureza e tranquilidade. As tradicionais aldeias Sami no norte do país merecem ser visitadas. A sociedade norueguesa valoriza grandemente a igualdade e é muito próxima da natureza.

História

No passado, a Noruega foi habitada pelos Vikings. Graças aos saqueios e pilhagens, tornaram-se temidos pelos países fora da Escandinávia. O seu próprio país não durou muito e fundaram aldeias em vários outros países, como por exemplo na Islândia, as Ilhas Faroe, Groenlândia, França e partes da que é hoje conhecida como Grã Bretanha. Modernas cidades como York, Dublin, Limerick e Waterford foram fundadas pelos Vikings. Viveram em numerosas pequenas comunidades independentes. Em 1872, Harald Fairhair reuniu esses reinos durante a batalha de Hafrsfjord e nomeou-se primeiro rei da Noruega.

Os Vikings (noruegueses) eram conhecidos pelo seu espírito de luta e suas vitórias. Quando os seus oponentes começaram a defender-se melhor depois de 1000 BC, os vikings sofreram cada vez mais derrotas. A linha norueguesa da monarquia desapareceu em 1387. Isto coincidiu com uma recessão e chegada da Morte Negra (a peste). Esta doença matou quase metade de toda a população norueguesa. Em 1397, uma rainha dinamarquesa casou com o rei da Noruega e da  Suécia. Os três países ficaram unidos na chamada União de Kalmar. A Suécia abandonou a união em 1536, mas a Dinamarca e a Noruega mantiveram-se unidas até 1814. Após a desvastadora epidemia de peste, o poder da Noruega diminuiu. A monarquia, os poderes intelectual e administrativo da união localizaram-se em Copenhaga (a capital da Dinamarca). Na Noruega isto causou uma onda de romantismo nacionalista: o povo perseguia um ideal romântico que se gravou de forma oral nas expressões culturais.

 As Guerras Napoleónicas levaram a um ruptura entre a Noruega e a Dinamarca. Em 1814, a união fez uma aliança com Napoleão de França proibindo o comércio com Inglaterra. Quando Napoleão foi derrotado, os principais poderes de então quiseram juntar a Noruega à Suécia. A Noruega protestou e usou a ocasião para se proclamar independente. Em 1814, o país escolheu o príncipe dinamarquês ChristianFrederik para seu rei. Do ponto de vista formal, a Noruega era parte da Suécia, mas o país tinha a sua própria constituição e instituições políticas. A política externa ficou sob a autoridade sueca. Nos finais do século XIX, cresceram os sentimentos nacionalistas. O país não estava satisfeito nesta união com a Suécia. A crescente cultura e nacionalismo norueguês conduziram ao fim da união em 1905.O governo norueguês ofereceu ao príncipe dinamarquês o trono da Noruega. O príncipe Carl adoptou o nome de Haakom VII e foi coroado rei da Noruega.

Durante a Primeira Guerra Mundial, a Noruega conseguiu manter-se neutra. Na Segunda Guerra Mundial teve menos sorte e foi atacada pela Alemanha. Em total, foi ocupada pela Alemanha nazi durante cinco anos. A partir de Londres, o rei Haakon e o governo norueguês ofereceu toda a resistência possível aos alemães. A excelente armada norueguesa lutou heroicamente contra os alemães sob a bandeira aliada em muitos batalhas em todo mundo. A ocupação alemã demonstrou aos noruegueses que preferiam a segurança colectiva em vez da neutralidade. Em 1949, a Noruega assinou o Tratado Atlântico Norte, conjuntamente com 11 outros países. Este tratado foi o princípio da NATO. A Noruega foi também um dos fundadores das Nações Unidas (em 1945). Votou contra a adesão à UE em duas ocasiões. O país é, no entanto, membro da Associação Europeia de Comércio Livre (EFTA). Esta associação foi fundada em 1960 como uma alternativa à UE. Muitos membros iniciais da EFTA preferiram a UE em detrimento da EFTA. De momento, a Noruega, Islândia, Suiça e o Liechtenstein são os únicos membros que restam.

Sociedade e cultura

A Noruega tem mais de 4,6 milhões de habitantes. O país tem a mais baixa densidade populacional da Europa. A maioria dos noruegueses descende dos Vikings. Há duas minorias étnicas: os Sami (Laplanders) e os Fins.Os Sami são os habitantes originais da Noruega, Suécia, Finlândia e Rússia. É aqui que ainda vivem actualmente. Desde há alguns anos, os imigrantes representam mais de metade do crescimento da população, sendo que os maiores grupos vêm do Paquistão, Suécia, Dinamarca, Iraque, Vietname e Somália.

A língua norueguesa tem duas formas oficiais de escrita: o bokmål e o nynorsk. O bokmål é falado por 80% da população. Esta língua remonta ao passado domínio dinamarquês. A língua é falada em e à volta de Oslo (a capital) e é ensinada aos estrangeiros que querem aprender norueguês.O nynorsk é falado por cerca de 20% da população. Esta é a língua que os Vikings usavam.. Também há um número de pessoas que falam sami (basicamente pelos Sami no norte). Os imigrantes trouxeram igualmente algumas línguas com eles. As línguas norueguesa, dinamarquesa e sueca estão estreitamente ligadas. Muitos noruegueses  lêem e compreendem dinamarquês e sueco.

A maioria dos noruegueses (90%) são membros da igreja estatal: a Igreja Evangélica Luterana da Noruega. Cerca de 4,5% da população adere a uma fé cristã diferente. Só 1,5% da população é muslim. Existe ainda um pequeno número de pessoas que seguem o judaísmo ou outra religião. Um pequeno grupo é não-religioso.

Apesar da união com a Dinamarca, a Noruega tem conseguido sempre manter a sua cultura. Esta pode ser apreciada nas muitas galerias e museus do país. Nos dias festivos e ocasiões especiais, os noruegueses sentem-se orgulhosos de usar asua roupa tradicional. Os noruegueses têm uma cultura muito igualitária, dão grande valor à igualdade.Isto reflecte-se no sistema de segurança social que é característico dos noruegueses e outras culturas escandinavas.

Os noruegueses acham importante desfrutar o tempo livre. Adoram passá-lo ao ar livre, sentir a natureza. Há imensas actividades ao ar livre. Os Sami estão no norte do país e vivem da caça, da pesca e da criação de renas. Fazem lindos artefactos.

Situação política

A Noruega tem uma monarquia constitucional com um governo baseado num sistema parlamentar. A dinastia real descendeu dos Glucksburgs. Esta família é originária de Schleswig-Holstein na Alemanha. Os deveres do actual rei, Harald V, são mais de natureza cerimonial. A constituição de 1814 garante os deveres executivos ao rei. Actualmente, são levados à prática pelo conselho de estado.

O conselho de estado tem o poder executivo e o rei nomeia os seus membros. O primeira-ministro é o responsável. O sistema parlamentar data de 1884 e afirma que o conselho de estado não se deve opôr ao parlamento. O conselho de estado responde ao parlamento, a que chamam "Storting". Tem 169 membros eleitos pelo povo por quatro anos. Na Noruega todos os adultos podem votar. Foi o segundo país na Europa a introduzir o sufrágio universal em 1913 (depois da Finlândia).

Presentemente o governo noruguês é uma coligação "verde-vermelha" entre o Partido dos Trabalhadores, Partido Socialista e Partido do Centro. Esta coligação governa o país desde 2005. A intenção é criar mais emprego no sector público e orientar mais investimentos para o governo local. Os sectores da saúde e educação estão também sob análise. Embora o actual governo tenha uma inclinação de esquerda, os partidos centro-direita vêm ganhando o apoio do povo.

Em 1949, a Noruega aderiu à NATO. A partir dos anos 70, o governo norueguês considerou aderir à UE. No entanto, não se chegou a um acordo. O país trabalha em estreita relação com o resto da Europa, mas até ao momento não se juntou à UE.

Economia

O Produto Interno Bruto (PIB) per capita é alto, o que significa que a Noruega tem um nível de vida alto. A economia norueguesa está baseada no capitalismo social: economia de mercado com intervenção do governo. Este vigia os elementos vitais da economia, por exemplo, o sector petrolífero.

Uma grande parte da Noruega é florestal. Não menos de 80% das florestas é usado para produção de madeira. Também a exportação de peixe é importante para a economia . Outras matérias-primas importantes são o petróleo e o gás natural. A Noruega é um dos maiores produtores de gás natural e petróleo do mundo. Só a Arábia Saudita e a Rússia exportam mais petróleo do que a Noruega. Uma grande parte do território é não produtivo, o quer dizer que o país é muito dependente da exportação de petróleo e gás natural. Estão a ser tomadas medidas para compensar a redução de reservas. Para isso o país tem um Fundo de Petroléo.

O comércio é um sector importante para a Noruega. Além do petróleo e do gás natural, o país exporta electricidade, maquinaria, metais, papel, peixe e produtos químicos. Produtos de importação importantes são máquinas, matérias-primas, produtos alimentares, carros e navios. O Reino Unido, Alemanha, Suécia, Holanda, Dinamarca e os Estados Unidos são os parceiros comerciais mais importantes.

A Noruega foi muito criticada internacionalmente, especialmente pelas organizações de direitos de animais. A Noruega é um dos poucos países que permite a caça à baleia. Muitos apoiantes da caça à baleia admitem que não é importante para o país do ponto de vista macro-económico. No entanto, argumentam que para muitas pequenas empresas (e com elas famílias) a sua sobrevivência dela depende. 

Geografia e clima

Este país forma a parte ocidental da Escandinávia e faz  fronteira com a Suécia, Finlândia e Rússia. A norte faz fronteira com o Mar Ártico, a ocidente com o oceano Atlântico e a sul com o Mar do Norte e Skagerrak. O Mar da Noruega banha metade da costa ocidental. O Barentzsea fica a nordeste. No total, a costa mede 83.000 quilómetros e caracteriza-se por enseadas profundas, mais conhecidas por fiordes. Existem cerca de 150.000 pequenas ilhas ao largo da costa norueguesa e há muitas rochas que saiem do mar. A costa norueguesa é uma das mais longas e agrestes do mundo.

 A paisagem é constituida por planaltos com montanhas agrestes. Estas alternam com vales férteis. Muitos cumes estão cobertos de glaciares. Jostedalsbreen é o maior glaciar da Europa. O norte da Noruega está coberto por tundra ártica. Esta área tem o nome de "Finmark". Mesmo no verão o solo aí está gelado. No total, dois terços do país está coberto de montanhas. Galdhoppigen (2.469 metros) é a montanha mais alta da Noruega. O lago mais profundo é o Hornundalsvatnet, com 514metros de profundidade.

Oslo é a capital da Noruega. Outras cidades importantes ficam na costa ou nos rios. Exemplos são Trondheim e Stavanger. Bergen é também um porto e uma das cidades mais antigas.

O clima norueguês é moderado nas costas. Isto deve-se à influência das correntes do Atlântico. No interior, o clima é mais frio tanto no verão como no inverno. Há também menos precipitação comparado com as áreas costeiras.Na costa ocidental há precipitação todo ano. A oriente há algumas zonas muito secas. Nestas áreas, raramente há chuvas. O norte tem um clima sub-ártico. No inverno, as temperaturas podem atingir os 40° C. No entanto, as temperaturas frias são suportáveis por causa dos ventos moderados. O norte do país é também conhecido pela "terra do sol da meia-noite". Fica abaixo do Círculo Ártico, o que significa que o inverno aí é um longo período de escuridão (o sol não nasce). No verão, há um período em que o sol não se põe.

Trânsito e infra-estrutura

O meio de transporte mais importante na Noruega é o barco. Os ferries são muito requeridos. Da Noruega, pode-se viajar de ferry para a  Dinamarca, AlemanhaHolanda e Inglaterra. Muitos ferries também transportam carros. Portos importantes são: Arendal, Bergen, Bodø, Drammen, Flekkefjord, Fredrikstad, Florø, Grimstad, Halden, Hammerfest, Harstad, Haugesund, Horten, Kragerø, Kristiansand, Kristiansund, Larvik, Mongstad, Moss, Narvik, Oslo, Porsgrunn, Sandefjord, Sandnes, Skien, Sortland, Stavanger, Tromsø, Trondheim, Tønsberg, Vadsø, Vardø e Ålesund.

O transporte público não está muito ampliado. Há muitas ligações ferroviárias entre  Oslo e outra cidades grandes. A linha ferroviária mais extensa passa em Bodø. A rede ferroviária norueguesa tem 4.000 quilómetros de comprimento. Actualmente, Narvik é o lugar mais ao norte do mundo com ligação ferroviária. De Narvik o combóio sai para a cidade sueca de  Kiruna. Viajar de combóio é uma maneira relativamente barata de andar pelo país. É, além do mais, confortável e oferece grandes paisagens. Na Noruega, há quatro tipos de combóios: o Signatur é um combóio rápido para longas distâncias. O Agenda é um combóio para médias distâncias. O Lokaltog anda à volta de  Oslo e o Flytoget é um combóio rápido e barato que anda entre o Aeroporto Gardermoen e Oslo.

A companhia nacional de autocarros, a Nor-Way Bussekspress, oferece a maior rede de autocarros expresso. Há também várias companhiasque oferecem serviços nacionais, regionais e locais. Muita gente prefere usar o seu próprio transporte.O transporte público não o leva a localidades remotas. Um carro (alugado) sim. Na Noruega, conduz-se pela direita e os limites de velocidade estão indicados em quilómetros. Estes são regularmente vigiados e, para sua segurança, recomendamos que os obedeça. A Noruega tem as regrss mais restritivas da Europa em termos de "álcool ao volante". Lembre-se! Os cintos de segurança são obrigatórios e as luzes devem estar sempre acesas. A qualidade das estradad é boa.No entanto, não são largas e têm muitas portagens.

Muitos visitam chegam à Noruega de avião .Oaeroporto mais importante é o Oslo Gadermoen. Este aeroporto oferece voos domésticos e internacionais.Outros aeroportos importantes são o Aeroporto Olso Fornebu, o  Aeroporto de Trondheim Vaernes e o Aeroporto de Bergen Flesland. Porque é um país longo, existem também muitos voos domésticos. A SAS e a Norwegian são duas companhias áereas concorrentes que oferecem voos domésticos.

Zona horária

A Noruega está na Hora Europa Central(CET - GMT + 1). O tempo de poupança da luz do dia é entre Abril e Outubro.O relógio é adiantado.

Comida e bebida

Graças à abundância de peixe, o país tem muitos pratos de peixe. O salmão, o arenque e a truta são especialmente populares.O peixe é fumado, cozido, estufado ou marinado.
Outras especialidades norueguesas são os "geitost" (queijo doce de cabra), o "spekemat" (carne marinada ou seca) e o "rømmegøt" (aveia com nata, açúcar e canela). Os noruegueses também gostam de carne. Vários pratos são preparados com carne de rena, alce ou carneiro. O "Kjøttkaker"é o prato nacional norueguês: almôndegas. A cozinha norueguesa usa também muito produtos lácteos, tais como queijos deliciosos. 

Em todo país há padarias onde poderá comer pães típicos de cada lugar. Também existem muitos stands de comida com outros snacks. Comer e beber na Noruega não é barato. Prepare-se, por exemplo, para pagar € 3 por umcafé. Não é habitual deixar gorjeta em restaurantes. Esta está frequentemente incluida no serviço. As bebidas alcoólicas são também muito caras e só estão disponíveis em lojas estatais. A cerveja pode ser comprada em supermercados.

Alojamento

A qualidade de alojamento na Noruega é alta. Pode escolher um hotel ou quarto em residência privada. Em todo o país há mais de 1.000 parques de campismo com preço e qualidade variáveis. Durante a temporada alta é melhor reservar com antecedência. A maioria dos hotéis têm tarifas especiais de fim de semana e verão. As casas e apartamentos podem ser alugados  por períodos mais curtos ou mais longos. Para excursionistas ou montanhistas, há cabanas disponíveis. Para desfrutar realmente a cultura norueguesa, também pode optar por alojar-se numa autêntica pensão, numa cabana de pesca tradicional ou numa quinta.

Fontes externas

Para mais informações sobre a Noruega, recomendamos Google e as seguintes fontes externas: